Currículo.

1- LUIZA NAGIB ELUF – ADVOGADA. Filiação: Munira Nasser Nagib e Alfredo Nagib. Casada com Jorge Eluf Neto desde dezembro de 1978; dois filhos.

2- Foi Promotora e Procuradora de Justiça do Ministério Público do Estado de São Paulo de maio de 1983 a outubro de 2012.

3- Formada em Direito, pela Universidade de São Paulo, em 1979.

4- Promotora de Justiça do Estado de São Paulo, desde 1983 até outubro de 2012.

5- Carreira Pública: PJ Substituta em São João da Boa Vista; primeira entrância em Vargem Grande do Sul; segunda entrância como auxiliar de Osasco; terceira entrância em São Caetano do Sul e entrância especial como 8ª PJ Criminal da Capital. Procuradora de Justiça desde 11/07/1998. Coordenadora do Centro de Apoio Operacional à Execução e às Promotorias de Justiça Criminais  do Ministério Público – CAEX-Crim, de março de 2004 a julho de 2006.

6- Assessora dos Secretários da Segurança Pública do Estado de São Paulo Eduardo Muylaert Antunes e Luiz Antonio Fleury Filho, durante o tempo em que foram titulares da Pasta (de 1986 a 1990)

7- Assessora do Secretário Estadual da Justiça de São Paulo, Rubens Approbato Machado (1990/1991).

8- Dirigente da Assessoria de Defesa da Cidadania da Secretaria Estadual de Justiça de São Paulo, de março de 1990 a dezembro de 1993, nas administrações dos Secretários Manuel Alceu Affonso Ferreira e Antônio Corrêa Meyer.

9- Presidente da Comissão de acompanhamento de Casos de Racismo do Estado de São Paulo, da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, de março de 1993 a dezembro do mesmo ano.

10- Conselheira do Conselho Estadual da Condição Feminina, de 1989 a 1995.

11- Conselheira do Conselho Federal de Entorpecentes, de 1987 a 1990, na gestão do Ministro da Justiça Paulo Brossard de Souza Pinto, sob a presidência do Presidente da República José Sarney.

12- Membro da Comissão de Juristas encarregada de propor alterações à Lei de Entorpecentes (Lei n. 6368/76), instituída pelo Ministro da Justiça Paulo Brossard.

13- Secretária Executiva do Conselho Estadual de Entorpecentes de São Paulo, de 1987 a 1991, nos governos estaduais de Franco Montoro e Orestes Quércia.

14- Coordenadora da “Comissão de Acompanhamento de Casos de Racismo no Estado de São Paulo” da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado, de julho de 1992 a dezembro de 1993.

15- Autora de texto publicado em livro nos Estados Unidos da América sobre estratégias de combate à violência contra a mulher.

16- Colaboradora dos jornais “O Estado de São Paulo”, “Folha de São Paulo”, “Jornal da Tarde” e “Diário do Comércio”, com artigos de opinião.

17- Vice-Presidente do “Pró-Mulher”, organização não governamental para o desenvolvimento, orientação e atendimento da mulher, durante o ano de 1993.

18- Membro da “Comissão de Juristas” encarregada de propor a reforma da Parte Especial do Código Penal, nomeada pelo Ministro da Justiça Maurício Corrêa, e presidida pelo Ministro Evandro Lins e Silva, de dezembro de 1992 a novembro de 1994.

19- Membro do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, como representante do poder executivo, de setembro de 1993 a fevereiro de 1994.

20- Membro da Delegação Oficial do Brasil na “Conferência Mundial de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas”, realizada em Viena, Áustria, em junho de 1993.

21- Consultora oficial do Ministério das Relações Exteriores nas atividades preparatórias da “IV Conferência Internacional da Mulher da Organização das Nações Unidas”, durante os anos de 1993 e 1994.

22- “Relatora Geral”, nomeada pelo Ministério das Relações Exteriores, do relatório brasileiro apresentado pelo país na “IV Conferência Internacional da Mulher da Organização das Nações Unidas”, consistente em um panorama geral da situação da mulher no Brasil até setembro de 1994.

23- Membro da Delegação Oficial do Brasil na “Conferência Regional Preparatória da Conferência Internacional da Mulher”, realizada em Mar Del Plata, Argentina, de 20 a 30 de setembro de 1994.

24- Membro da Delegação Oficial do Brasil que representou o país na “IV Conferência Internacional da Mulher da Organização das Nações Unidas”, realizada em Pequim, China, em setembro de 1995.

25- Membro da Delegação Oficial que representou o Brasil na “Cúpula Mundial para o Desenvolvimento Social”, da Organização das Nações Unidas, realizada em Copenhague, Dinamarca, em fevereiro de 1995.

26- Autora do livro “Brasileiro(a) É Assim Mesmo”, juntamente com Jaime Pinsky, Editora Contexto, 1993, sobre discriminação e cidadania.

27- Autora de vários artigos jurídicos para revistas especializadas, como “Revista dos Tribunais”, “Revista Literária de Direito”, “Revista da Associação Paulista do Ministério Público”, “Revista Consulex” e congêneres.

28- Membro do “Instituto Brasileiro de Ciências Criminais”, do “Instituto dos Advogados de São Paulo”, do “Instituto de Estudos de Direito e Cidadania”, da “Academia Brasileira de Direito Criminal” e do Conselho Consultivo do “Centro de Integração Empresa Escola” – CIEE.

29- Secretária Nacional dos Direitos da Cidadania do Ministério da Justiça no governo do Presidente Fernando Henrique Cardoso, de janeiro a dezembro de 1995.

30- Ex-membro do movimento preservacionista do ecossistema urbano “Defenda São Paulo”.

31- Autora do livro “Crimes Contra os Costumes e Assédio Sexual”, edição completa, Editora Jurídica Brasileira, São Paulo, maio de 1999.

31- Autora do livro “Crimes Contra os Costumes e Assédio SexualEdição Condensada”, Editora Jurídica Brasileira, São Paulo, outubro de 1999.

32- Homenageada como “Mulher do Ano de 1999”, na área jurídica, pelo Conselho Nacional de Mulheres, com sede no Rio de Janeiro.

33- Autora do livro “A Paixão no Banco dos Réus”, Editora Saraiva, São Paulo, junho de 2002, sobre homicídios passionais – casos brasileiros, doutrina e jurisprudência.

34- Autora do romance “Retrato”, editora Conex, São Paulo, 2005.

35- Autora do livro “Matar ou morrer – o caso Euclides da Cunha”, editora Saraiva, janeiro de 2009.

36- Professora da Escola Superior de Advocacia – ESA, da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo – OAB/SP, desde setembro de 2006.

37- Foi Subprefeita da Lapa, na cidade de São Paulo, de 20 de agosto de 2007 a 31 de dezembro de 2008 –  gestão José Serra/Gilberto Kassab

38- É membro do Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP) desde 15 de janeiro de 2010.

39- Foi candidata a Deputada Federal em 2010.

40- Autora do livro de contos “Um homem livre e outros contos”, RG Editores, 2012.

41 – É Embaixadora da Organização Não governamental – ONG– “Trata Brasil”, que luta pelo saneamento básico no país.

42- É membro da Academia Paulista de Direito desde agosto de 2011.

43- Foi agraciada com o prêmioMaria Imaculada Xavier da Silveira”, conferido pela Ordem dos Advogados do Brasil- Secção de São Paulo, no dia 14 de setembro de 2011.

44- Foi agraciada com o prêmioMulher Construtora da Paz” conferido pela Associação das Mulheres Profissionais do Brasil – BPW – em 19 de setembro de 2011.

45- Foi agraciada com o prêmio “Excelência Mulher 2012”  conferido pelo Centro das Indústrias do Estado de São Paulo – CIESP e pela Fraternidade Aliança Aca Laurência.

46- Foi nomeada pelo Senado Federal para compor a Comissão de Juristas encarregada de propor um anteprojeto de Reforma Penal criada pelo requerimento nº 756/2011 do Senador Pedro Taques, aditado pelo de nº1.034/2011, e aprovado pelos Senadores em 10 de agosto de 2011, tendo sido concluídos e entregues os trabalhos finais em Julho de 2012.

47- Foi autora convidada da I Paulicéia Literária, Festival Internacional de Literatura de São Paulo, promovido pela Associação dos Advogados de São Paulo – AASP, ocorrido de 19 a 22 de setembro de 2012, tendo participado das mesas preparatórias do evento patrocinadas pela Livraria Cultura sobre os livros “Um homem livre” e “A paixão no banco dos réus”,  e da mesa oficial do evento do dia 21 de setembro em homenagem a autora Lygia Fagundes Telles. Ainda como participante da Paulicéia Literária, lançou a versão eletrônica de seu livro “A paixão no banco dos réus” na Feira Literária de Paraty do ano de 2013.

48 – Diretora do Departamento de Segurança da Federação das Indústrias de São Paulo – DESEG, desde 2013.

49- Membro da Comissão da Mulher Advogada da Ordem dos Advogados do Brasil – SP desde 2013.

50 – Presidente Nacional do PRP-Mulher (Partido Republicano Progressista) desde 2013.

51- Advogada desde Janeiro de 2013, após a aposentadoria do Ministério Público.

52- Integrante da Academia de Letras de São João da Boa Vista/SP, na cadeira de Carlos Drumont de Andrade, com posse em 2 de agosto de 2014.


Deprecated: Directive 'track_errors' is deprecated in Unknown on line 0